14 de março de 2014

Ammit

۞ ADM Sleipnir


Na mitologia egípcia, Ammit (também chamada Ammut, Ammet, Amam, Amemet e Ahemait) é a personificação da retribuição divina e a executora das almas renegadas. Ela é geralmente descrito como uma criatura com a cabeça de um crocodilo, o corpo de um leão ou um gato selvagem e os membros inferiores de um hipopótamo. Literalmente, seu nome significa "devorador" e por isso ela também adquiriu títulos como "A Devoradora dos Mortos", "Devoradora de Milhões", "Demônio da Morte", "Demônio do Submundo", "Comedora de Corações", "Come-Ossos", "Comedora de Almas", "A Grande Morte" e "Habitante (ou Devoradora) de Amenta (ou Duat, o submundo egípcio)

Ammit vive no Duat, e se assenta sob a balança da justiça de Ma'at, a deusa da justiça. No Salão das Duas Verdades, Anúbis pesa o coração de uma pessoa (onde os egípcios acreditavam que a alma habitava) contra a pena de Ma'at. Se o coração  pesasse igual a pena de Ma'at, a alma ganhava a vida eterna em Aaru, o paraíso egípcio. Se o coração estivesse carregado de pecados, ele pesaria mais que a pena de Ma'at, e o coração do falecido é entregue à Ammit, que o devora juntamente com sua alma, condenando-a à morte eterna.  Em algumas versões, Ammit devora não só o coração, mas todo o corpo do condenado.


Alguns estudiosos acreditam que Ammit residia perto do lago de fogo no Duat ( o submundo egípcio), atuando como seu guardião. Depois de cada julgamento, os corações dos ímpios eram lançados no lago de fogo para serem destruídos. 

Ammit não era adorada pelos egípicios. Em vez disso, ela encarnava todos os aspectos da vida após a morte que os egípcios temiam, ameaçando ligá-los ao sofrimento eterno se eles não seguissem o princípio de Ma'at. Ela age para garantir a ordem, impor o bem e afastar o mal . Ela é um símbolo de que cada pessoa é dada a oportunidade de defender suas ações, antes de ser julgado a condenação eterna. Ela está ligada à deusa hipopótamo Tawaret, em virtude de suas aparências semelhantes. As características leoninas de Ammit apontam  uma ligação com a deusa Sekhmet


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

3 comentários:

  1. Muito bom esse site, continuem assim, parabéns

    ResponderExcluir
  2. legal, a condenação para os maus em vez de ser sofrimento era deixar de existir

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby