25 de novembro de 2016

Nuno sa Punso

۞ ADM Sleipnir


Nuno sa Punso (literalmente "Velho homem do monte", também chamado apenas de Nuno), é uma criatura semelhante a um duende, pertencente a mitologia filipina. Ele é geralmente descrito como um anão velho ostentando uma longa barba e vive agachado sob um formigueiro. Acredita-se que ele também possa ser encontrado debaixo de enormes pedras, árvores, ao longo dos rios, nas cavernas e às vezes até mesmo no quintal de casas humanas. 

Ele se difere dos demais duendes filipinos no seu temperamento, Enquanto os duendes são no geral brincalhões, e até aparecem para crianças, o Nuno sa Punso se irrita facilmente e irá fazer mal a qualquer um que danificar ou perturbar o seu habitat. Ele pode amaldiçoar aqueles que invadem seu território sem permissão e/ou o danificam, cuspindo em qualquer parte do corpo do invasor. Conforme o local em que o cuspe atingir, o invasor irá experimentar dores e inchaços, além de vomitar sangue e urinar um líquido preto.


Existe uma crença comum nas Filipinas de que, se a medicina moderna não é capaz de curar uma doença em particular, é porque a doença é fruto da maldição de um Nuno sa Punso. Assim, o doente é levado a um albularyo (curandeiro filipino), que irá realizar uma cerimônia conhecida como tawas. Durante esta cerimônia, uma vela é derretida e a cera é vertida sobre um disco ou uma colher. A cera, por sua vez é vertida em água. A imagem formada sobre a água, então, será interpretada pelo albularyo. A interpretação da imagem irá ajudar o alburlaryo a determinar a causa da doença do paciente e onde a maldição realmente aconteceu.

A fim de obter a cura, pode ser pedido à família da vítima que oferte ao Nuno alguma coisa, como frutas ou outros alimentos, bebidas, ou um objeto material. Se a vítima ainda não estiver curada após a oferta, pode ser necessário pedir perdão pessoalmente ao Nuno, caso contrário a vítima poderá ser tomada pela insanidade e por fim acabar morrendo.


Outra forma de se curar o doente e capturar o Nuno sa Punso que causou-lhe a maldição e matá-lo, esmagando sua cabeça entre os dedos ou as coxas do doente. Isto irá remover qualquer feitiço lançado pelo Nuno morto, mas este método não é recomendado, pois certamente provocará a ira de outros Nuno.

Para evitar a ira de um Nuno sa Punso, as crianças são alertadas para não brincar fora de casa entre meio-dia e três horas da tarde, e a voltar para casa antes das seis horas da tarde. Elas também são instruídas a não fazerem muito barulho em locais onde se acredita que possa viver um Nuno sa Punso, e a pedirem permissão a eles antes de passar por um desses locais.



Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby