2 de março de 2015

Brahma

۞ ADM Sleipnir


Brahma (Brama ou Bramá) é o deus hindu da criação e o primeiro deus da Trimurti, a sagrada trindade hindu. Os outros deuses eram Vishnu e ShivaBrahma representa o equilíbrio, enquanto Vishnu e Shiva representam as forças opostas da conservação e da destruição, respectivamente. 

Existem muitos relatos diferentes sobre a origem de Brahma. De acordo com uma história, Brahma criou as águas cósmicas e depositou nelas uma semente. A semente se transformou em um ovo de ouro e, após mil anos, o próprio Brahma emergiu do ovo como um Brahma mais jovem. Ele, então, criou o universo e todas as coisas nele. Outra lenda diz que Brahma nasceu de uma flor de lótus que brotou do umbigo de Vishnu.

Representações

Brahma é geralmente retratado com quatro cabeças e quatro braços. As quatro cabeças simbolizam os quatro Vedas (os antigos textos sagrados do hinduísmo), os quatro yugas (épocas de tempo) e as quatro varnas (classes sociais hindus).. Brahma é freqüentemente mostrado usando vestes brancas e segurando um cetro, uma tigela de esmolas, um arco, dentre outros itens. A montaria (vahana) de Brahma é o cisne/pavão real Hamsa.


Brahma e Sarasvati, o surgimento das varias cabeças

De acordo com a mitologia hindu, Brahma originalmente possuía apenas uma cabeça. Após cortar uma parte de seu próprio corpo, ele a usou para criar uma mulher para si, a qual se chamava Sarasvati (ou Satrupa). Assim que Brahma a viu, se apaixonou por ela, a ponto de não conseguir tirar seus olhos dela. Envergonhada, Sarasvati movia-se para todos os lados tentando fugir dos olhares de Brahma, e, para poder vê-la onde quer que ela fosse, Brahma criou mais três cabeças: uma à esquerda, uma à direita e outra atrás da original. Sarasvati tentou ainda escapar de Brahma voando até o ponto mais alto nos céus, mas Brahma criou uma quinta cabeça olhando para cima, tornando-se impossível para Sarasvati escapar de seus olhares.

Após conseguir deter a atenção de Sarasvati , Brahma lhe disse: “ó, meu amor, por favor, conceda-me seu carinho para que possamos nos unir e dar origem a todas as criaturas animadas, homens, deuses e demônios desse universo”. Ao ouvir tais palavras, Sarasvati desceu do alto de onde se refugiava, desfez-se de sua timidez e uniu-se a Brahma. Logo após terminarem de povoar o universo com suas mais diversificadas criaturas, Brahma e Sarasvati retiraram-se para um local secreto, onde viveram juntos por mais um espaço de cem anos divinos. Desse novo período de amor nasceu o sábio Manu, chamado também de Svayambhuva ou Viraj.

Posteriormente, uma das cabeças foi destruída por Shiva, após Brahma se dirigir de maneira desrespeitosa a sua pessoa. Shiva abriu seu terceiro olho e incinerou a cabeça de Brahma, que passou a contar desde então com quatro cabeças.


A criação das quatro castas hindus

Segundo algumas lendas, pela união de Brahma com Bakchase (uma mulher da raça dos gigantes), provieram os brâmanes, a casta de sacerdotes e doutores destinada à propagação das leis religiosas. Do braço direito de Brahma surgiu um homem (Kshatrya) e do braço esquerdo uma mulher (Kshatryani). O enlace desses dois seres deu origem a casta de guerreiros. Da coxa direita de Brahma surgiu um terceiro homem (Vaishya) e da coxa esquerda uma mulher (Vaishyani), para dar origens a casta dos comerciantes e lavradores. Finalmente, do pé direito de Brahma surgiu um quarto homem (Sudra) e do pé esquerdo uma mulher (Sudrani) para dar origem a quarta casta, constituída por artistas, operários de toda espécie de trabalhadores.

Culto

Apesar do fato de Brahma ser um dos trimurtis, não existem templos dedicados ao seu culto, exceto o local de peregrinação, Pushkar em Ajmer. Alguns estudiosos acreditam que o culto a Brahma existiu nos tempos védicos, e foi substituído mais tarde pelo cultos à Shiva e Vishnu, que até hoje são amplamente cultuados.


fontes:
Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

2 comentários:

  1. interessante, lembro que no evangelho aparece um anjo ou arcanjo, não lembro bem, mais sei que tinha 4 faces, uma de homem, uma de leão, uma de águia e uma de touro se não me engano.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby