25 de julho de 2014

Lilim

۞ ADM Dama Gótica


De acordo com a mitologia e folclore judaicos, os Lilim (sing. Lili) seriam as crias de Lilith, a suposta primeira esposa de Adão, que o abandonou por estar infeliz em submeter-se a ele sexualmente. Após abandonar Adão, Lilith fugiu para uma caverna perto do Mar Vermelho, aonde se juntou com Samael e então se tornou um demônio. Todos os dias ela dava à luz a uma centena de demônios. 

Os Lilim são geralmente considerados demônios femininos, embora exista uma forma masculina chamada de Lilu e duas formas femininas, Lilitu ou Ardat Lilith para designar esses seres, pois algumas fontes afirmam que todos os seus filhos, independente do sexo, recebem esse nome. Asmodeus, que segundo algumas fontes seria filho de Adão e Lilith, também é considerado um Lili.

Os Lilim são descritos como sendo seres cobertos de pelos por todo o corpo e rosto, exceto em suas cabeças. Eles possuem sede de sangue e se saciam atacando crianças, veados, peixes, mulheres menstruadas, grávidas e homens que fazem sexo com suas esposas enquanto fantasiam sobre outras mulheres. 

Eles tambem atormentam recém-nascidos do sexo masculino com até 8 dias de vida ou até serem circuncidados, e recém nascidos do sexo feminino que tenham até 20 dias de vida, chegando até a sequestrá-los e consumi-los se tiverem a oportunidade. Devido a essas ações os Lilim são muito temidos pelas mães. E segundo a lenda, essa ações são uma conseqüência da vingança de Lilith, devido a perda de 100 de suas crias demoníacas por dia, como castigo por ter se recusado a voltar para seu marido Adão, e viver em promiscuidade com os demônios.


Acredita-se que os Lilim são gerados quando Lilith se coloca entre os lençóis da cama de um casal onde eles fizeram amor ou quando ocorre uma violação por parte de um homem ou mulher. Isso ocorre quando gotas de sêmen escapam de ser depositado no útero da mulher, Lilith é capaz de capturar qualquer "faísca" ou energia gerada pela violação e assim produzir sua própria prole, os Lilim. É dito que os Lilim multiplicam-se, comem, bebem e morrer como os humanos.

Segundo as leis judaicas, todas as crianças nascidas fora do casamento ou que foram concebidas em pecado, pertencem à Lilith, pois crianças bastardas não poderiam ser legalmente concebidas. Tais regulamentos foram criados para destruir completamente todo o prazer lascivo e sexual entre marido e mulher e fazer com que a sua união sexual fosse estritamente para procriação. 


O cristianismo também teve sua regulamentação, por exemplo, a Igreja Católica frequentemente aconselhava seus fiéis a terem relações sexuais sob o retrato de Jesus ou da Virgem Maria, e a manterem pensamentos religiosos em suas mentes durante o seu clímax mútuo. Não seguir essas recomendações poderia resultar em um filho engendrado com alguma imperfeição física por causa de seu pecado, assim como caindo sob a influência do diabo. Há um ditado que diz que os católicos são influenciados pela Igreja desde o berço até o túmulo, mas o aconselhamento anterior torna pré-berço.

A fim de evitar tal destino trágico, ou o desprazer de Deus, os judeus procuravam o conselho do Zohar. E isso envolvia concentrar-se na santidade de Deus durante a hora da relação sexual, e recitar uma oração especial que termina "Eu segurar o Santo, Envolva-me em santidade do rei." O marido era instruído tambem a cobrir sua cabeça e de sua esposa por uma hora, e continuar fazendo por três dias durante a tentativa de gerar uma criança. Outros relatos dizem que por trinta dias durante a tentativa deveria-se jogar um pouco de água limpa em torno da cama. Atualmente lilim são comumente chamada de incubus e succubus. 


fontes: 

Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

5 comentários:

  1. Adoro essas lendas de demônios e anjos são incríveis.
    Parabéns Dama Gótica suas postagens são as minhas favoritas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sr. Matheus pelo comentário, vou tentar caprichar cada vez mais nas minhas postagens agora que sei que tenho um leitor que aprecia meus posts ^^

      Excluir
  2. Apreciei muito esse artigo, pois hoje li um livro, em que há uma personagem que se dizia ser uma lilin, fiquei curioso e vim pesquisar e essa postagem me agradou muito. Parabéns Dama Gótica.

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Algumas de suas fotos são bonitas porém, a descrição sobre a Rainha Lilith e as Succubus não tem absolutamente nada a ver na realidade, Lilith é a Grande Rainha e Mãe assim como Satan é seu esposo e Pai de todos nós, portanto temos o DNA de Satan que é Lúcifer sim! Não sendo aceito como o mesmo por pura ignorância da maioria das vertentes satanistas falsas que corrompem o conhecimento do verdadeiro satanismo.

    Incubus e Succubus são Deuses e devem ser respeitados, eles ajudam a humanidade na evolução e desenvolvimento espiritual sendo uma verdadeira honra ter um Incubus ou Succubus que somente é autorizado por Pai Satan e Mãe Lilith alguns chegam a esperar mais de um ano para ter um, porque eles são extremamente protetores sem contar que tu necessitará trabalhar para os Poderes Infernais afim de ter teu pedido atendido sendo verificado se tu merece ou não.

    Os Demonios NÃO possuem sede de sangue de nós humanos, somente de seus inimigos judeus e toda a prole judaica, aí sim é um prole, chega a ser insultuoso dizer que os filhos da Mãe Lilith são prole! São Deuses e Deusas filhos sagrados do Inferno, nossa casa e nosso verdadeiro lar porém é necessário também se tornar digno de entrar no Reino dos Deuses.

    Os Incubus e Succubus são absolutamente maravilhosos em quesito aparência e protetores.

    Quem quiser saber mais sobre o verdadeiro satanismo que nada tem haver com sangue e sacrifícios de sangue, tudo que for doloroso e destruidor da humanidade tem origens judaicas:

    Alegria de Satan:http://www.alegriadesatan.com/
    Expondo o cristianismo:http://expondocomunismo.bucurialuisatan.com/expondo-o-cristianismo/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pelo comentário. O texto foi baseado nas duas fontes citadas ao final dele e só. Não refletem qualquer crença minha, apenas a dos autores originais.

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby