12 de março de 2013

Inanna

۞ ADM Sleipnir


Inanna é a deusa suméria mais importante da antiga Mesopotâmia, adorada principalmente como a deusa do amor, da fertilidade e da guerra. Em diferentes tradições, Inanna é filha de Anu ou ela é a filha do deus da lua Sin. Em várias tradições, seus irmãos incluem o deus do sol Utu, o deus da chuva Ishkur, e Ereshkigal, a Rainha do Submundo. Seu assistente pessoal é Ninshubur. Ela nunca é considerada como tendo um cônjuge permanente, embora Dumuzi seja seu principal amante. 

Iconografia


Inanna é geralmente representada como uma deusa ricamente vestida ou como uma mulher nua. Seu símbolo é uma estrela de oito pontas ou uma roseta. Ela foi associada com leões - um símbolo de poder - e era frequentemente representada em pé sobre as costas de duas leoas. Sua ideograma cuneiforme era um nó torcido em forma de gancho de juncos, representando o pilar do armazém (e, portanto, a fertilidade e abundância). 




Mitos

Um mito bem conhecido sobre Inanna fala de sua descida para a "terra sem retorno", o submundo governado por sua irmã Ereshkigal, para reclamar seu governo. Condenada à morte lá, Inanna é depois trazida de volta à vida com a ajuda de Enki, o deus da sabedoria. Para permanecer no mundo dos vivos, no entanto, Inanna deveria fornecer um substituto para sua posição no submundo. Ela escolheu seu marido, Dumuzi (conhecido como Tammuz na mitologia semita). Este mito, bem como outros sobre Inanna, foram posteriormente adotados pelo culto de Ishtar. 


Em versões posteriores da história, Dumuzi permanece no submundo durante o inverno e retorna ao mundo dos vivos para o verão, quando sua irmã Geshtinanna toma seu lugar entre os mortos. A morte e renascimento anuais de Dumuzi são muitas vezes associadas com as estações do ano, semelhante à história de Perséfone na mitologia grega.

Os mais importantes santuários de Inanna eram localizados em Uruk, Zabalam e Babilônia.



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

5 comentários:

  1. "Lugar de não retorno", se chamava: KURNUGIA.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! Gostaria de salvar alguns textos, mas não é possível :/ de qualquer forma agradeço a informação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna! Se precisar de algum texto em especial faça o pedido através do nosso e-mail: portaldosmitos@gmail.com, pois assim que possível lhe enviarei uma cópia!

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby