28 de janeiro de 2013

Hefesto

۞ ADM Sleipnir


Hefesto ou Hefaísto (em grego: Ήφαιστος, transl. Hēphaistos) é o deus grego do fogo, especialmente o fogo usado pelos ferreiros, era o patrono de todos os artesãos, principalmente aqueles que trabalham com metais. Ele era adorado principalmente em Atenas, mas também em outros centros de produção. Ele era também o deus dos vulcões. Mais tarde, o fogo dentro dos vulcões passou a representar a fornalha do ferreiro. Hefesto foi associado com o Monte Etna, que fica na ilha da Sicília. Conhecido como o deus coxo, Hefesto nasceu fraco e aleijado. Descontente com a visão de seu filho, Hera jogou Hefesto do Monte Olimpo, e ele ficou em queda livre por um dia inteiro antes de cair no mar. Algumas ninfas resgataram-no e o levaram para Lemnos, onde as pessoas da ilha cuidaram dele. Mas outras versões dizem que Zeus atirou-o do Olimpo depois de Hefesto ter se aliado a sua mãe em uma briga. Nessa versão da lenda, Hefesto caiu durante nove dias e nove noites, e ele desembarcou na ilha de Lemnos. Foi em Lemnos, onde ele construiu seu palácio e sua forja sob um vulcão. 
Para se vingar de sua rejeição por Hera, Hefesto fabricou um trono mágico, que foi presenteado a ela no Monte Olimpo. Quando Hera se sentou no trono, ela ficou presa, tornando-se refém de Hefesto. Os deuses do Olimpo pediram a Hefesto para que ele voltasse ao domínio celeste, em troca da liberação de Hera, mas ele recusou. A mando dos deuses, Dionísio o embriagou, e quando Hefesto ficou totalmente embriagado, Dionísio levou-o de volta para o Monte Olimpo deitado sobre as costas de uma mula. Esta cena é uma das favoritas na arte grega. Mesmo assim, Hefesto só liberou Hera depois de receber a bela Afrodite como sua noiva. Dionísio foi recompensado passando a ser considerado um dos membros do panteão olímpico. 

O Nascimento de Hefesto

Hefesto é conhecido como o filho de Zeus e Hera, embora Zeus não tivesse nada a ver com a concepção. Hefesto foi gerado partenogenéticamente, o que significa que ele foi concebido sem a fertilização masculina. Hera ficou com ciúmes de Zeus depois que descobriu um caso dele com Metis, a partir do qual a deusa da prudência estava grávida de Atena. No entanto, Gaia tinha advertido Zeus que Metis daria à luz uma filha, que iria derrubá-lo. Para evitar isso, Zeus engoliu Metis, para que ele pudesse levar a criança até o nascimento ele mesmo, apesar de Zeus não poderia dar à luz naturalmente. Por vingança, Hera produziu Hefesto, e diz a lenda, que Hefesto dividiu a cabeça de Zeus com um machado, a partir do qual Athena nasceu. 

Uma lenda diz que Hefesto desejava se casar com Athena, que foi também a patrona dos ferreiros, mas ela recusou porque o achou feio demais. Outra lenda diz que Athena desapareceu de sua cama nupcial, mas Hefesto não a viu desaparecer, e derramou sua semente no chão, e desta forma, tendo Gaia por mãe, foi gerado Erecteu, que se tornou rei de Atenas. 


Hefesto e Afrodite

Afrodite, em algumas versões, era a esposa de Hefesto, e ele desconfiava que Afrodite houvesse cometido adultério. Para pegá-la sendo infiel ele formou uma rede de elo da cadeia extraordinária, tão fino e forte que ninguém podia escapar. Então um dia ele surpreendeu Afrodite e o deus da guerra Ares, enquanto estavam deitados juntos na cama. Ele jogou sua rede mágica sobre eles e puxou-os antes de os deuses do Olimpo e exibiu como eles eram nus e enrolados nos braços do outro. Hefesto pediu aos deuses reunidos em justa retribuição, mas eles fizeram o oposto total. Os deuses caíram na gargalhada ao ver os amantes nus, após o que permitiu que o casal saísse livre. De acordo com a Ilíada de Homero, Hefesto tinha uma esposa chamada Aglaea, que foi uma das Charites (Graças). 

Habilidade e Criações

Sendo um grande artífice, Hefesto foi responsável por fazer boa parte dos magníficos equipamentos dos deuses, e quase todo tipo de trabalho em metal dotado de poderes mágicos que aparece na mitologia grega é tido como tendo sido feito pelo deus; Para Athena, ele fez seu escudo ou égide e para o deus do amor; para Eros, fez as setas. O carro maravilhoso que o deus do sol Hélios atravessou todo o céu foi feito por Hefesto. Ele também formou a armadura invencível de Aquiles. Hefesto ajudou a criar a primeira mulher, com a ajuda de outros deuses, depois de Zeus ordenou que houvesse um novo tipo de humano. Zeus conspirou contra Prometeu porque ele e sua raça de mortais tinham apenas um gênero, que era do sexo masculino, e assim Hefesto criou a primeira mulher a partir do barro. Seu nome era Pandora ("todos os presentes") e de uma caixa sobrenatural, ela liberou os males do mundo sobre a humanidade. 

Representações e Culto

Hefesto é geralmente mostrado como um aleijado, inclinado sobre a sua bigorna. Ele geralmente possui barba e é normalmente representado como sendo feio, e em algumas formas de arte, é representado caminhando com a ajuda de uma vara. Homero descreve Hefesto como coxo e andando com a ajuda de uma vara. Hepheastus era adorado principalmente em Atenas, onde o Templo de Hefesto e Atena (a Hephaesteum, também conhecido como o Theseum) continua de pé. É o exemplo mais completo de um templo "dórico" (uma das três ordens na arquitetura grega). Foi construído em 449 aC, e fica em uma colina perto da Ágora ao pé da Acrópole. Hefesto e Atena Ergane (protetora dos artesãos e artesãos) foram homenageados com o festival "Chalceia" no dia 30 do mês Pyanopsion. Os romanos adotaram Hefesto como um de seus próprios deuses associados a mitos e culto ao seu deus do fogo e chamaram-no de Vulcano (Volcanus).



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

9 comentários:

  1. No ano 33 D.C. A Grécia ia se desmoronando em moral e derrotas contra astutos guerreiros tribais do grupo "Arcanjuss" eram esses homens que usavam peles de lobos, e armas com pontas de ácidos. Os gregos clamaram então, pedindo ao seus filósofos e profetas para dar um jeito em socorre-los. Cujo homens clamaram aos seus deuses. Zeus os negou tal ajuda, dizendo que recuperava forças para batalhas, então Zeus lhes indicou seu primo. Os profetas então aceitaram a ajuda do primo de Zeus: A nação Grega então conheceu pela primeira vez "Hefesto" ele então começou a artesoar seu fogo maravilhosamente, e começou à arrojar brasas acesas contra os Arcanjuss. Todos foram eliminados em 30 segundos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus é pai, de onde você tirou tanta asneira, não existe arcanjo na mitologia grega, hefesto não solta brasas, isso é coisa de joguinho e desenhos atuais, e como ele pode vencer alguem em 30 segundos se a noção de tempo em horas, minutos e segundos vieram bem depois, já que até ai eles só se orientavam pelo sol, como que se calcula 30 segundos no sol? e nota, D.c o império romano já tinha dominado a grecia, ou seja não existia deuses romanos e sim greco-romanos, e se essa história for greco-romana, não foi a 1 aparição de hefestus, isso deve ser o enredo de algum jogo que você leu, cara

      Excluir
  2. Sei que as mitologias sempre têm várias versões para uma mesma história. Já li, não sei onde, que Hefesto é filho por partenogênese, tirado pelo Zeus, de sua panturrilha e que posteriormente, este com um martelo abriu a cabeça do pai e de lá tirou Atena gerada da mesma forma, adulta, deusa virgem da guerra, paramentada com o escudo Égide. Noutro tempo, Hefesto tentou violentar a irmã, e o pai de ambos rodou-o sobre a cabeça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edélvio. Foi Dionísio quem nasceu da panturrilha de Zeus, na verdade, sua gestação foi completada nesse local pois sua mãe havia morrido após ver Zeus em sua forma original. O resto que você comentou está correto.

      Excluir
  3. Hefesto criou também o Elmo e garfo de Hades e o tridente de Poseidon? Outra pergunta, essas armas foram criadas depois da titanomaquia ou durante?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por seu comentário! Graças a ele pude perceber um equívoco neste texto, que foi o que gerou sua pergunta. Os raios de Zeus, juntamente com o elmo de Hades e o trindente de Poseidon, foram itens forjados pelos 3 ciclopes primordiais, filhos de Urano e Gaia (Arges, Brontes e Estéropes), em retribuição por terem sidos libertos do Tártaro por Zeus. Esses três itens foram criados durante a Titanomaquia, e pode-se dizer que foram o fator determinante para que Zeus e os demais pudessem subjulgar os Titãs.

      Excluir
    2. Na mitologia grega não existe o garfo de Hades. Vc deve estar confundindo com o filme fúria de titãs 2.

      Excluir
  4. O mais feio e rejeitado dos deuses olímpicos era, ao mesmo tempo, o mais inteligente deles.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby