4 de janeiro de 2013

Atlas

۞ ADM Sleipnir




Atlas (em grego, Άτλας), também chamado Atlante, foi um dos titãs gregos, condenado por Zeus a sustentar os céus para sempre. Atlas foi o primeiro rei da mítica Atlântida. Era casado com Pleione e com quem teve sete filhas, as chamadas de Plêiades e Também teve 7 filhas ninfas, as Hesperides

Origens 

Atlas era filho de Jápeto com a ocêanide Climene. Irmão de Prometeu, Epimeteu e Menécio. Pertencia à geração divina dos seres desproporcionados, violentos, monstruosos - encarnação das forças selvagens da natureza nascente, dos cataclismas iniciais, com que a terra se arrumava para poder receber, num regaço mais acalmado, a vida e a sua cúpula consciente: os humanos. 

Atlas, com outros titãs, forças do caos e da desordem, pretenderam alcançar o poder supremo, pelo que atacaram o Olimpo e combateram ferozmente Zeus e aliados: as energias do espírito, da ordem, do Cosmos (ou, noutra versão, aliou-se aos demais titãs para resistir à revolta liderada por Zeus).

Zeus, triunfante, castigou seus inimigos - escravos da matéria e dos sentidos, inimigos da espiritualização harmonizadora - lançando-os no Tártaro, a região mais profunda do Mundo Inferior, para que de lá nunca fugissem. Reservou para Atlas, porém, uma pena especial: pô-lo a sustentar, nos ombros e para sempre, os céus. Atlas, assim punido, passou a morar no país das Hespérides (as três ninfas do Poente: Eagle, Erítia, Hesperatetusa). 

A representação clássica de Atlas mostra que ele está sustentando um globo nos ombros que, normalmente é interpretado como sendo a Terra. Esse globo é, na verdade, a esfera celestial ou o firmamento. 

O castigo eterno 



Geralmente, Atlas é retratado sustentando um globo sobre os ombros. Esse fardo foi temporariamente aliviado por Héracles (Hércules) durante um de seus 12 trabalhos, mas Atlas foi enganado e voltou a carregar os céus sobre os ombros. 



O 11° trabalho de Héracles consistia em ter de apanhar algumas maçãs de ouro que nasciam no jardim das Hespérides. Alertado pelo titã Prometeu de que apenas Atlas poderia fazê-lo impunemente, propôs a este que o fizesse, enquanto sustentava a abóboda celeste. Aliviado do grande peso, Atlas retorna, dizendo que ele mesmo faria a entrega das maçãs a Euristeu. 

Percebendo o engodo, Hércules finge aquiescer e, pretextando colocar antes um anteparo sobre seus ombros, pede ao titã que sustente os céus por um momento - ao fazer isto, o herói parte, levando as maçãs, deixando a Atlas o seu eterno suplício. 

Segundo uma das versões existentes, Atlas foi posteriormente libertado de seu fardo e tornou-se guardião dos Pilares de Héracles, sobre os quais os céus foram colocados, e que também eram a passagem para o lar oceânico de Atlântida (o Estreito de Gibraltar). Seu nome passou a significar "portador" ou "sofredor". Outra versão conta que Perseu o petrificou mostrando lhe a cabeça que havia arrancado da Medusa, transformando o titã Atlas no que hoje é o Monte Atlas.


Atlas: nome presente na geografia e medicina

Por ser o senhor das águas distantes, o Oceano além do Mediterrâneo homenageia o titã: Atlântico. O Atlas é ainda a Cordilheira que ergue-se para o céu, separando o norte da África do restante do continente. Finalmente, na cartografia, Atlas é o coletivo de mapas, a coleção de cartas que representam o planeta Terra. 

Além de emprestar seu nome a estas acepções, Atlas nomeia a primeira vértebra da coluna cervical - uma clara referência ao local onde sustentava o gigantesco peso a que fora condenado suportar.



Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

8 comentários:

  1. obg vc me ajudou muito... en outros sites q pesquisei atlas segurava o olimpo e em outro ele segurava o mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SEMPRE FICOU OBVIO QUE ERA O MUNDO QUE ELE SEGURAVA... AMADOR

      Excluir
  2. Enigmático ao extremo; Seria Atlas séptico aos calcanhares de Bastardo? Isso é Imponentemente para outro comentário.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da leitura, bastante informativa. Fui pesquisando as coisas a medida que fui lendo, e tudo que vcs postaram tem fundamento no mito e nas referências ao nome "Atlas". Excelente trabalho!

    ResponderExcluir
  4. Perseu o petrificou por piedade ou para castiga-lo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao retornar de seu confronto com a górgonas, Perseu passou pelo país das hespérides, onde ficava o titã Atlas, que havia sido condenado a segurar a abóbada celeste em seus ombros. Vendo que o lugar era muito bonito, Perseu pediu a Atlas se podia dormir pelos arredores naquele dia, dizendo ao titã: "Se vês uma pessoa pela sua família, saiba que sou filho de Zeus e se, porém, valorizas grandes feitos, saiba que matei a górgona Medusa". Atlas responde: "Tu, mortal, mataste a rainha das górgonas? Nenhum mortal teria condições para fazer tal coisa". Muito revoltado por não ter sido acreditado por Atlas, Perseu mostra a cabeça de Medusa ao enorme titã, este quando encara os olhos da górgona começa a ter todo seu corpo petrificado, seus ossos se transformam em uma montanha, sua barba em floresta e sua cabeça o cume.

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.