16 de outubro de 2012

Hipnos e os Oneiros

#ADM Sleipnir



Hipnos (do grego Ὕπνος, Hýpnos, "sono") era a personificação do sono; seu equivalente romano era conhecido como Somnus (Sono) ou Sopor. Segundo a Teogonia de Hesíodo, era filho de Nix, sem pai; segundo o pseudo-Higino, era filho de Érebo e Nix. Em qualquer dos casos, é irmão gêmeo de Tânatos, a Morte.

Nos poemas homéricos, Hipnos habita a ilha de Lemnos, mas Virgílio o deslocou para os Infernos e Ovídio para o país dos Cimérios, às bordas do reino dos mortos. Nesta concepção, Hipnos residia no Érebo, a terra da escuridão eterna, além dos portões do sol nascente, de onde se ergue a cada noite no cortejo de sua mãe Nix. Hipnos era frequentemente representado junto com Tânatos e os Oneiros, principalmente Morfeu, que é seu principal servidor e impede que ruídos o acordem. Em Esparta, a imagem de Hipnos era sempre acompanhada pela de Tânatos.

Os gregos representavam Hipnos como um jovem nu com asas nos ombros ou na testa. Às vezes é mostrado como adormecido em um leito de penas com cortinas negras à volta. Seus atributos incluem um chifre contendo ópio, um talo de papoula, um ramo gotejando água do rio Lete (Esquecimento) e uma tocha invertida.

Para Hesíodo e o pseudo-Higino, Hipnos é irmão dos Oneiros (Sonhos), enquanto para Ovídio, é o seu pai. A cada noite os Oneiros emergem de seu cavernoso lar no Érebo como morcegos, através de dois portais. Um dos portais, de chifre, saem os sonhos proféticos enviados pelos deuses, enquanto do outro, de marfim, saem os sonhos falsos e sem sentido. O termo grego para pesadelo era melas oneiros (sonho negro).


OS ONEIROS


MORFEU

Deus dos sonhos, ele dispunha de grandes asas que o fazia vagar silenciosamente pelos mais distantes lugares do planeta Terra. Ao aproveitar do repouso dos homens, Morfeu assumia formas humanas e ocupava os sonhos de quem quisesse, aparecendo nos sonhos das pessoas como se fosse a pessoa amada por aquele determinado indivíduo. Desse modo, os gregos acreditavam que uma noite bem dormida e seus vários efeitos positivos só seriam explicados pela presença dessa divindade em seus sonhos. Morfeu foi mencionado na obra Metamorfoses de Ovídio como um deus vivendo numa cama feita de ébano numa escura caverna decorada com flores. Em nosso cotidiano, é comum muitas pessoas celebrarem uma noite bem dormida dizendo que “caiu nos braços de Morfeu”. Foi justamente por meio dessa expressão e da história de Morfeu que um dos mais potentes analgésicos existentes, a morfina, ganhou esse nome.




ÍCELO
Na mitologia grega, Ícelo (Ikelos, "aparência") ou Fobetor (Phobetor, "assustador") era um dos Oneiros, personificações do ato de sonhar. De acordo com Hesíodo, Fobetor era filho de Nix, deusa primordial da noite, produzido partenogeneticamente ou, segundo o autor romano Cícero , com Érebo, a personificação da escuridão.

Fobetor tinha a capacidade de aparecer no reino dos mortais na forma de diversos animais, e alterar sua forma física para interagir com os mortais neste mundo; personificação dos pesadelos, aparecia nos sonhos na forma de animais ou monstros. Entre os próprios deuses, no entanto, era conhecido pelo seu nome real, Ícelo; juntamente com seus irmãos vivia na terra dos sonhos (Demos Oneiroi), parte do Hades, o mundo inferior dos antigos gregos.




FÂNTASO
Fântaso (possivelmente do grego Φαντασος, transl. Phantasos, pelo latim Phantasus)era o deus da fantasia. Foi, nas mitologias greco-romana, o filho de Hipnos, e um dos Oneiros. Aparecia nos sonhos, na forma de objetos inanimados.










Principais Mitos

  • Endimião, sentenciado por Zeus ao sono eterno, recebeu de Hipnos o dom de dormir com os olhos abertos para poder ver constantemente sua amada Selene;
  • Na versão do poeta Licímnio de Quios, Hipnos, assombrado pela beleza de Endimião, o fez dormir de olhos abertos para poder admirar seu rosto;
  • Juntamente com Tânatos, Hipnos foi encarregado de retirar do campo de batalha, em Troia, o corpo ensanguentado de Sarpédon e transportá-lo para a Lícia;
  • Como os aqueus estavam em desvantagem na luta contra os troianos e Zeus havia proibido os deuses de participarem da refrega, Hera arquitetou um estratagema: atraiu o marido para o monte Ida e lá, num ato de amor tórrido e violento, o fez dormir com a ajuda de Hipnos;
  • Quando Hera lhe pede ajuda para esse feito, Hipno lhe recorda que certa vez ele já fizera Zeus dormir a pedido de Hera, permitindo à deusa causar grandes problemas a Héracles, quando retornava da Tróia de Laomedonte. Zeus ficou furioso, castigou Hera severamente e teria jogado Hipnos ao mar se ele, em pânico, não tivesse fugido para Nix, sua mãe. Hipnos segue dizendo que Zeus, por receio de encolerizar Nix, conteve sua fúria e só por isso Hipnos escapou de sua ira;
  • Hipnos é miúdo, alado, trêmulo quando se oculta sob a forma de um pássaro não identificado que é chamado Cálcis (Chalcis) na linguagem dos deuses e de Cimíndis (Cymindis) na dos mortais. No monte Ida, onde adormeceria Zeus, escondeu-se entre as ramagens de um gigantesco abeto, cuja copada, perfurando o ar, atingia o éter, unindo assim os dois mundos.




Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

6 comentários:

  1. Adorei o que li! Achei que foi muito bem explicado sem fazer cansar de ler! Parabéns. Gostaria de saber se posso copiar algumas partes das postagens pra por no meu face. Abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sleipnir: Bom dia amigo, Obrigado! Você pode sim, sem problema algum.

      Excluir
    2. Uma outra coisa... Não está faltando um dos Deuses dos Sonhos? Não são quatro?

      Excluir
    3. Sleipnir: Pelo que sei são somente esses três. No anime Saint Seiya - The Lost Canvas, existe o Oneiros de Sonho, que na realidade não existe, Oneiros é o título que os filhos de Hipnos receberam.

      Excluir
    4. Entendi. Pensei nessa hipótese e me perguntava se não era isso, mas como não tive muito tempo pra ler, fiquei um tempo com a dúvida, procurei e tudo que encontrei foi o que tu me disseste. Achei paia eles criarem um personagem que não existiu, sendo que o anime já é baseado no assunto. Valeu!

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby